Dia a dia

Organização e trabalho

5 de June de 2013
miniatura2

Urs nos avisou que não precisávamos ajudá-lo pela manhã, pois a veterinária chegaria com mais três macacos e ele faria uma ronda de manhã para ver se estava tudo bem. Aproveitamos a deixa e fomos a Warnes – a cidade mais próxima da AFASI – para entrar na internet, ficamos por lá durante algumas horas e quando voltamos já se passava do meio dia. Chegando na fundação encontramos a veterinária presa num lamaçal em um dos riachos, que é necessário cruzar, e fomos direto a fundação para avisar ao Urs.

Cidade Warnes

Cidade Warnes – Rua onde fizemos compras e aproveitamos para usar a internet.

Só explicando melhor, para chegar a AFASI o caminho é um pouco difícil e dependendo do dia não é qualquer carro que chega, pois é necessário cruzar dois riachos onde o nível da água normalmente é baixo mas em dias de chuva chegaram a bater na porta da Defender. Mesmo com o nível baixo, ainda não é tão simples pois a terra fica extremamente úmida e é possível que o carro afunde nela.

Já de volta a AFASI, fizemos uma vitamina de abacate peruano – não tão saborosa como a tradicional – e fomos visitar os três novos integrantes. Infelizmente um já tinha escapado por um buraco que não havíamos emendado ontem. Mas sabíamos que não deveria estar longe e quando a fome batesse alguém iria encontrá-lo.

No dia anterior eu e a Cau tínhamos conversado sobre como otimizar o espaço dentro do Tdi – estamos ficando bons nisso – e pensamos que todas as nossas roupas caberiam nos dois mochilões que trouxemos. Isso me aliviaria, pois sempre achava ruim chegarmos nos lugares carregando duas caixas organizadoras e ainda não ter tudo ali dentro. Fizemos o teste e voi lá não é que deu certo! Ainda pensamos que poderíamos juntar duas caixas de bagunça (nossa shed) em uma única caixa maior. Enfim, conseguimos reduzir quatro caixas e dois mochilões (vazios) em uma caixa e dois mochilões cheios. Uma caixa, que já tinha quebrado em Bonito, vai ficar pelo caminho, as outras três voltarão ao Brasil uma dentro da outra.

Antes de terminarmos tudo, o Urs nos chamou para ajudar com a plantação de algumas mudas para fazer uma cerca viva ao lado da estrada que cruza o terreno, quem sabe não voltemos aqui daqui há alguns anos e não vejamos tudo crescido. Ele também nos avisou que voltaria a Santa Cruz as 16h e só retornaria a AFASI na sexta. Ficaremos a sós por mais duas noites.

Após termos plantado cinco mudas, voltamos a sede e o macaco fujão apareceu com fome. Foi bem fácil devolvê-lo a jaula, foi só mostrar uma banana que rapidinho já estava lá. Esses macacos não ficarão enjaulados por muito tempo, é só enquanto se acostumam com o novo ambiente, em alguns dias ficarão livres.

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply