Dia a dia

Lulu, nosso despertador!

7 de June de 2013
Forno em brasa

Mais uma vez fomos acordados ao som de uma goteira, e claro, era o xixi do Lulu. Ele é bem pontual para essas coisas. Acordamos, e por sorte nada nosso foi molhado. Ufa!

Depois de uma bela limpeza no quarto decidimos que isso não iria mais acontecer e antes mesmo de pensar em café da manhã subimos no quarto e fomos averiguar por onde ele passava. Fechamos uma das janelas com o estrado da cama e o colchão. Ficou faltando uma pequena janela do banheiro, que também está quebrada, porém não basta apenas fechar a porta, os macacos são inteligentes o bastante para abri-las. O jeito foi encostar outro móvel pesado na porta para impedir que ele abra. Amanhã saberemos se deu certo.

Continuamos sozinhos aqui na AFASI, e era preciso cuidar dos animais, não sabíamos que horas o Urs e Mônica chegariam de Santa Cruz. Então fomos a nossa ronda. Já estava perto do horário do almoço quando eles chegaram, estávamos com muita fome, e a comida ficou pronta logo… a Mônica cozinha muito bem. Amanhã faremos feijão e ensinarei ela a fazer couve refogado.

Conversamos com o Urs sobre a cobra que encontramos no local de plantar as mudas, e ele ficou de cortar o mato e nos ajudar com essa tarefa. Vamos aguardar.

No meio da tarde Urs veio nos chamar para ver a esposa do caseiro fazer pão, típico Boliviano. Pelo que conheço de pão caseiro, graças aos dotes da minha mãe, a receita é bem parecida. Ficamos um bom tempo ao lado lo forno a lenha aguardando ele ficar quente o suficiente para colocar os pães. Eu tive a honra de colocar a forma lá dentro, e o Marcos foi chamado para retirar, estava mais pesado e a forma estava quente! Deu tudo certo, e os pães quentinhos estavam uma verdadeira delícia!!!

Totos na Afasi

Aguardando os paezinhos ficarem prontos! Da esquera para direita: esposa do caseiro, Mônica, Urs, Cau e Marcos. Ah, e a Hard, no colo do Urs.

Mao na Massa

Deliciosos paezinhos!!!

No jantar Mônica fez sua especialidade, Pollo Almado. É um frango defumado em um tambor, apenas com o calor do fogo… uhmmm!!! Esse demorou para ficar pronto, e antes de pensar em jantar fomos tentar ver os jacarés, isso ajudou a passar o tempo e enganar a fome. Quando voltamos já era umas 21h, e agora sim, poderíamos jantar!!! Estava realmente muito gostoso, podemos garantir que fome não estamos passando por aqui!

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply