Dia a dia

Neve e amigos no Cerro Catedral

22 de August de 2013
miniatura

Encontramos o Fernando e a Lu hoje de manhã para alugarmos as roupas de neve, retornamos a mesma galeria, que fica na Rua Mitre, a Azul Pro, eles tem roupas honestas e baratas. Era perto das 10h quando seguimos para o Cerro Catedral, passamos rapidinho pelo hotel que eles estavam hospedados para pegar umas coisas e seguimos de carro até o estacionamento gratuito do Catedral.

Só pela caminhada do estacionamento até a base já vi que o dia seria ótimo e/ou no mínimo engraçado. Ao primeiro sinal de neve fofa nos jogamos como crianças e sem medo… pareciamos três patetas na neve 😀

se joga na neve!

Fernando, Cau e Marcos.

Assim que pegamos todos os equipamentos saímos para um teste inicial, posso dizer que era a primeira vez para nós quatro. A Lú não gostou do esqui e fomos trocar por uma prancha de snow, e ela se deu super bem com a troca. Já era mas de meio dia quando fomos comprar os ingressos, ai já compensava comprar meia período e aproveitar a tarde toda.

Decidimos fazer algo que poderíamos ter feito em nosso primeiro dia, pegar o teleférico, subir e descer esquiando pelas pistas de iniciante. Bem mais fácil e menos cansativo. O pior que subir com a prancha presa no pé, aliás em um dos pés, é descer do teleférico e sair patinando, como se fosse skate. É claro que não deu certo, e eu fui logo para o chão e levei o Marcos comigo, foi ridiculamente engraçado. O cara do teleférico até parou a máquina para que a Lu e o Fernando não nos atropelassem. Vergonha a parte, foi bem divertido.

Prontos para descer

Prontos para descer

No início da pista verde começamos a descer. Nossa, foi muito, mas muito mais legal. Mesmo sendo uma verde, para mim já estava mais emocionante que o nosso primeiro dia. Às vezes descíamos mais pelo chão do que em pé , sem falar nos tombos. Eu perdi a conta, mas tem pelos menos 3 meus que deveriam terem sido filmados, do risada sozinha quando lembro. Era só alguém ser elogiado que esse ia para chão.

Coisas de Cau! Fui para embaixo da árvore para não cair no barranco.

Coisas de Cau! Fui parar embaixo da árvore para não cair da montanha

Para descansar um pouco, em uma das paradas reconstruímos um boneco de neve. Nessa hora a Lu já tinha abandonado a prancha, eu insistia em ficar em pé, consegui até ir parar embaixo de uma árvore e o Marcos e o Fernando continuavam bem.

Nosso amigo

Nosso amigo Boneco de Neve!

Ir para a neve e não fazer uma guerrinha não tem graça!

Ir para a neve e não fazer uma guerrinha não tem graça!

Finalizamos a pista e os meninos queriam mais, eu até queria, mas estava toda quebrada, em um dos meus tombos senti e ouvi o estralo das costelas, achei melhor não exagerar hoje. Então, eles decidiram descer do alto do Catedral até a base. Não é impossível para iniciantes fazerem isso, pois tem uma pista azul (um nível a mais que a verde) que começa lá de cima e se encontra com uma verde mais para baixo.

Todos nós subimos, estava muito frio e não havia muita visibilidade lá em cima, eu e a Lu acompanhamos eles até o cume e descemos de teleférico até uma cafeteria, um chocolate quente e um tempo no calor para não congelar lá fora caia muito bem.

Marcamos de nos encontrar no Nestor, onde locamos os equipamento, e os meninos não demoraram muito parar chegar, eles estavam super felizes, t todos nós estávamos com fome! O bom é que já sabíamos onde iríamos jantar, no La Fonda del Tio. Saímos do Catedral passamos nos hotel para eles tomarem banho e depois no hostel, para nós tomarmos banho e seguimos famintos para o restaurante.

Eu e o Marcos ainda não havíamos comido lá, mas o dono do Hostel Achalay fala muito bem de lá e o pessoal do hostel que ia voltava sempre bem satisfeito! Chegamos e de cara pedimos empanadas de entrada e o prato principal, a famosa Parmigiana. Sabíamos que era grande, mas o garçom disse que servia só duas pessoas, então pedimos 2 além de acompanhamentos como arroz, batata frita e purê. Exagerados e famintos!

Quando os pratos chegaram, MEU DEUS!! Até o pessoal das meses do nosso lado olhavam, era muita, muita comida!! Foi até engraçado. Comemos o que deu, uns mais e outros menos. O bom foi que ainda sobrou uma quentinha para levar e economizar no almoço de amanhã.

O dia foi ótimo e com ótima companhia. Sentiremos saudades de ter amigos conosco durante a viagem. Fê e Lú, obrigada por nos deixar participar um pouco da Lua-de-mel de vocês.

Fernando, Luciane, Cau e Marcos

Fernando, Luciane, Cau e Marcos

Saudades amigos, e nos veremos e breve!

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply Fernando Araújo 24 de September de 2013 at 12:23

    Cau e Gringo,
    passando por aqui para ver os ultimos passos (fazia tempo que eu nao entrava), e comecei a ler o post no periodo da nossa passagem!
    Bateu muita saudade, ótima cia num lugar incrível! Nao agradeçam por participarem da nossa lua de mel, nós que agradecemos!!!
    Que tenham uma incrivel viagem!!!
    Espero vcs na parada em SP!!
    Beijo Casal! Saudade!!

  • Leave a Reply