Dia a dia

Chegou o dia: Busca por emprego!

3 de October de 2013
miniatura_0310

Chegamos ontem aqui na cidade e precisamos começar a nos mexer, trocar dinheiro e conseguir um trabalho. E primeiro saímos em busca de câmbio. Sabíamos de uma loja – não oficial – que trocava o dólar a $9, mas quando chegamos a tabela já estava atualizada e conseguimos trocar a $8, o que não está mal, visto que o cambio oficial está em $ 5,70.

Outra coisa que nos preocupava era a questão de trabalho, chegamos na cidade com alguns contatos para conversar, e um deles, o Osvaldo da Ushuaia Extremo, só chegaria na cidade na segunda-feira e não poderíamos ficar esperando. Não sabemos se teremos um trabalho com ele. 

Então fomos terminar nosso currículo, com a ajuda da Ana e buscar por alguns contatos de brasileiros por aqui. Sabíamos de uma mulher estava trabalhando no Cilene del Faro, um hotel bem perto do hostel. Consegui o email dela com uma pessoa que conhecemos em nossa passagem pela Adventure Sports Fair, mandamos um email e combinamos de nos encontrar para conversar.

Bom, como não temos DNI (o RG da Argentina) é bem complicado conseguir um trabalho em hotel, por conta da fiscalização. Se tivéssemos esse documento seria mais fácil, sem falar que o Inglês é bem requisitado aqui – principalmente para trabalhar em hotel. Eu “rodei” nessa parte – meu inglês ainda é bem travado. Mesmo saindo de lá sem nenhum emprego certo ela tentou nos ajudar, nos passou o contato de uma pessoa que trabalha em uma agência de turismo aqui na cidade, pode ser uma opção.

Na parte da tarde fomos até a agência, conversamos com o dono, mas sem muitas expectativas deixamos o nosso currículo com ele. Sabíamos que não seria facil, mas teriamos que tentar.

Seguimos buscando alguma coisa, e a Carol e o Inval do 4 pies nos deu o contato de um casal, dono do bar Viagro. Entramos em contato e marcamos um horário para conversar com eles. Era uma quinta feira, chegamos lá com o nosso uniforme de guerra, é nao temos muitas opções, muito menos para entrevista de emprego! rs

Conversamos a Maria, ela confiou em nós e amanhã, sexta feira, às 21h começaríamos. A princípio como um teste e tal, e receberíamos a “fortuna” de $30 pesos por hora (R$10.00). Era uma ótima chance de ter uma experiência de trabalhar em bar, isso irá nos ajudar muito no futuro.

Saimos de lá muito contentes por ter conseguido algo, a semana foi cansativa, mas valeu a pena toda a correria que tivemos. Agora poderíamos comemorar um trabalho! Sem falar que ainda temos que conhecer o Osvaldo, e saber como ele pode nos ajudar.

 

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply