Dia a dia

Um dia CHEIO!

21 de May de 2013
Lagoa Misteriosa

O dia começou cedinho, nem o café do Hostel estava totalmente preparado ainda, partimos eram 6h40 em direção ao Rio da Prata, foi um dia cheio. Após rodar mais ou menos 50km – grande parte de terra -, no encontro das rodovias MS-178 e MS-267 o exercito parava todo veículo para revista, afinal estamos muito próximos da fronteira com a Bolívia e o Paraguai. Documentos entregues, ao abrir a traseira do carro, avisei que estávamos dando uma volta ao mundo de carro e estávamos a caminho da Lagoa Misteriosa, o oficial deu uma olhada rápida e nos liberou.

Chegando no receptivo da Lagoa, já conhecemos nosso guia (Marcelo). A manhã estava fria, eu e a Cláudia de calça e blusa e só imaginando o gelo que estaria a água. O Marcelo viu isso e nos tranquilizou, avisou que a água na lagoa sempre gira em torno dos 25º graus, um paraíso! O local, dos mesmos donos da Fazenda Rio da Prata e da Estância Mimosa, é uma RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural) e é muito bem cuidada, nas fotos de satélite da recepção já foi possível ver a recuperação da mata ao entorno da Lagoa. 

Assim que todos os turistas chegaram, iniciamos uma pequena trilha até o início da escadaria que leva até a água, mais ou menos 180 degraus. Todos de colete, foi hora de entrar naquele ‘mar’ de azul, ao entrar os lambaris já começaram com o processo de limpeza de pele. Há lugares no mundo que uma hora com peixes realizando tal limpeza custam fortunas, na Lagoa fez parte do pacote.

Ficamos flutuando um pouco até que eu tentei imitar o guia e fazer apinéia. Que cômico, não passei de 2m, o guia humilhava e chegava a 8m. A cau resolveu tentar também e tiramos essa foto abaixo.

Apineia na Lagoa Misteriosa

Apineia na Lagoa Misteriosa

O melhor ainda estava guardado, o sol começou a bater na água e o azul que já achávamos incrível, ficou mais bonito. O Marcelo ainda foi bacana e nos deixou lá pasmos na água por mais tempo. Definitivamente uma das imagens que ficarão guardados na memória.

Lagoa Misteriosa

Lagoa Misteriosa

Após terminar a flutuação foi só tomar o rumo da recepção, agora subindo aqueles 180 degraus, e ir para o receptivo do Rio da Prata. Poucos km separam um do outro. A flutuação do Rio da Prata foi guiada pela Maria, subimos na traseira de um caminhão e seguimos rumo ao início da trilha. Já com a roupa e a bota de neoprene andamos mais ou menos 2km pela mata até um afluente do rio.

O passeio começou basicamente com uma “aclimatação”, foi um espetáculo! Uma água cristalina, diversos peixes e ainda deu para ver onde a água nasce.

Piscina do Rio da Prata

Piscina do Rio da Prata

Quase no fim do passeio é que chegamos de fato ao Rio da Prata, ele estava muito mais gelada que seu afluente. Logo em seguida pegamos o barco de apoio que estava a nossa espera. O passeio durou mais ou menos 3 horas, praticamente metade dentro d’água, e a fome era grande!

Ao voltar para o receptivo da fazenda um almoço típico nos esperava, muito bom! Comemos e descansamos um pouco pois o dia não havia acabado ainda. Saímos da fazenda em direção ao Buraco das Araras, não deu mais que 15km. Pouco antes das 16h30 começou nosso passeio, passamos pelos dois mirantes do buraco e conseguimos avistar diversos casais de araras, foi nos dito que lá havia apenas a arara vermelha, pelo menos no momento, isso por que são territorialistas entre as espécies.

O melhor ficou para o final do passeio, na trilha de volta nos deparamos com muitos casais tomando água, era uma barulheira, muito legal!!!

Buraco das Araras

Buraco das Araras

O sol já se punha quando tomamos o rumo de Bonito e chegamos na cidade já era noite, muito cansados mas super felizes.

EmpresAmigaPara viver a experiência citada acima contamos com o apoio de uma EmpresAmiga, clique aqui para conhecer todas as empresas que de alguma forma nos ajudaram (alimentação, turismo e/ou hospedagem).

You Might Also Like

7 Comments

  • Reply Nego 26 de May de 2013 at 21:49

    Amazing!!!!!! Belas fotos!!!! É para ficar eternamente na memória!!!!!

  • Reply Débora 28 de May de 2013 at 09:50

    Olá!!As fotos foram tiradas de qual câmera???Além desses 3 passeios vocês fizeram mais algum??Vou pra Bonito em Julho e ta impossível escolher os passeios, mas esses 3 eu amei, sem contar que da pra fazer os 3 em dia só né???Aguardo resposta!Obrigada!!

    • Reply Marcos 28 de May de 2013 at 10:03

      Olá Débora,

      Postamos sobre cada dia em nosso blog. Fica de olho que ainda hoje colocaremos um post sobre o destino Bonito com tudo que da para fazer por lá.

      A câmera dentro d’água foi uma GoPro Hero 3.

      Esses passeios (Lagoa Misteriosa, Rio da Prata e Buraco das Araras) deve ser feito num dia só, para economizar com custos de transporte. É super possível, não cansa e vale MUITO a pena.

  • Reply Débora 28 de May de 2013 at 14:02

    Com essa qualidade só podia ser a GoPro né….vou ficar de olho sim, são muitos passeios e fica difícil decidir quais fazer e quais podemos “casar” no mesmo dia!!Muito obrigada pela atenção!!

  • Reply Fabio 28 de May de 2013 at 20:03

    Onde fica?

    • Reply Marcos 28 de May de 2013 at 22:53

      Na cidade de Bonito no Mato Grosso do Sul

  • Reply Priscila 27 de June de 2013 at 23:36

    Que dia maravilhoso vocês tiveram,eu posso imaginar a sensação maravilhosa de estar em lugares tão paradisíacos,é tão bom que o cansaço vem muito bem acompanhado!
    É massa vocês traduzirem um pouco destas sensações,fiquei com água na alma.

  • Leave a Reply