Dia a dia

Partimos de Ushuaia

15 de January de 2014
Portal Ushuaia

Os últimos dias foram extremamente corridos, com despedidas quase todos os dias, passando um pouco do trabalho que havíamos feito junto a agência Ushuaia Extremo Travels, para o casal Jana e Mario, dos Brasileiros em Ushuaia e ainda tendo que acertar os detalhes dos seguintes dias em Punta Arenas e Torres del Paine – teremos ótimas novidades para vocês em breve!

Os últimos dias dormimos na casa da Alicia, enquanto arrumávamos o carro e corríamos atrás de trocar o óleo antes de por o pé na estrada, mas o lugar que havíamos trocado as velas queria nos cobrar mais ou menos US$50 para fazer a troca, sabia que era um abuso e resolvemos trocar no Chile, onde os preços seriam mais justos.

Após churrascos, jantares especiais a dois – comemorando o sucesso de nossa estadia -, ainda fomos a sorveteria Gadget (em nossa opinião a melhor da cidade) com a Janaína e o Mario para mais um bate-papo antes de partir. Foi incrível como em tão pouco tempo as coisas encaixaram entre nós e tudo foi muito bom que já sabíamos que teríamos saudade deles.

De volta a casa da Alicia, teríamos poucas horas de descanso pois a idéia era sair cedo pois o dia seguinte teria dois agravantes, a fronteira chilena que é sempre tão chata para entrar e a balsa para atravessar para o continente sul-americano (o que tinha sido tranquilo na vinda). Acordamos às 5h30, terminamos de arrumar tudo, nisso o Osvaldo chegou para nos desejar uma feliz viagem e após o café da manhã levamos tudo ao carro e começamos nosso retorno ao Brasil!

Saímos às 7am de Ushuaia, a primeira cidade seria Rio Grande, próximo a fronteira do Chile. Chegando lá um pequeno problema começou a nos preocupar, o freio ficou muito duro e a distância até parar aumentou um pouco. Inicialmente ficamos preocupados, mas após falar com o Luiz da The Specialist e alguns outros mecânicos (no Chile e na Argentina) disseram que devemos trocar o quanto antes, mas que não seria algo que impediria de seguir viagem. Mesmo assim resolvemos tentar resolver em El Calafate.

pintura

Arte enquanto espera pela balsa

Após cruzar a fronteira, até que não foi tão demorado, a moça do controle não revistou muitas das bagagens, chegamos e havia uma enorme fila para atravessar o Estreito de Magalhães, mais de 1km de caminhões parados enquanto a fila de carros era um pouco menor. A empresa que realiza o traslado – a Austral Broom – possui duas embarcações, enquanto uma está carregando veículos no sentido continente-ilha a outra faz o contrário.

Uma hora e meia depois conseguimos cruzar e seguimos rumo a Punta Arenas e vimos que a fila no sentido contrário era muito maior. Ufa! estávamos no continente, agora faltavam apenas algumas horas até Punta Arenas.

Acabamos por chegar depois das 19h, já muito cansados – até tentamos resolver algumas coisas, mas só conseguimos ir ao mercado. Bora dormir que o dia foi longo, amanhã tinha mais correria e ainda precisávamos chegar ao Parque Nacional Torres del Paine.

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply