Dia a dia

Cicloturismo em Foz do Iguaçu e Itaipu

10 de March de 2014
Vista do alto da barragem de Itaipu

Nosso último dia em Foz do Iguaçu tinha tudo para ser corrido, a manhã iria começar com 28km de bicicleta pelos arredores da cidade e logo após o almoço, uma vista a Usina Hidrelétrica de Itaipu. Confesso que os 28km pelas estradas da região me assustavam um pouco, achava que não teria condições físicas para tanto.

Novamente nos encontramos com nosso guia na sede da Iguassu By Bike e já partimos para o nosso passeio do dia. Partimos ainda cedo e tivemos a sorte de um dia nublado, o passeio percorreu toda uma região rural próximo ao Parque Nacional do Iguaçu e do aeroporto até voltar a Av. das Cataratas, seguimos em direção a cidade até chegar ao bairro Jd. Novo Horizonte onde visitamos uma cachoeira do rio Tamanduá que flui até encontrar o rio Iguaçu. Após um banho de cachoeira, retomamos nosso caminho de volta a sede do Iguassu by Bike, mas antes fomos provar caldo de cana com açaí, dica do nosso guia. Que delícia! 

Frente do Iguassu by Bike

Energias renovadas para encarar as muitas subidas e descidas, mas com ajuda do guia que nos deu muitas dicas de como chegar ao topo de cada subida sem se cansar tanto, conseguimos manter um bom ritmo e chegamos antes do esperado. Agradecemos a ajuda que a Gisele do Iguassu by Bike tinha nos oferecido e voltamos ao hostel afim de comer algo antes de seguir para a Usina de Itaipu.

Logo após um relaxante banho fomos a lanchonete que há em frente ao Concept Design Hostel para comer um belo de um x-tudo 🙂 Satisfeitos, seguimos para o outro lado da cidade para realizar um tour pela Usina Hidrelétrica de Itaipu. Com apoio da Iguassu Convention & Visitors Bureau e da Iguasse By Bike, realizamos o Circuito Especial, que além de visitar o mirador do topo da barragem também permite entrar e conhecer os detalhes dessa imensidão que é a barragem, geração de energia e seu gerenciamento.

Painel de controle de Itaipu

Visual do painel de controle de Itaipu, a esq. do Brasil, dir. do Paraguai.

Foi incrível! Ficamos maravilhados com esse gigante e foi possível tirar muitas dúvidas que possuía com relação a “quem paga a conta” e “estamos pagando o que os paraguaios quiserem pela energia”. Vou relatar alguns dos pontos importantes e desconhecidos que descobrimos ao longo do passeio: a geração é feita por uma empresa privada binacional (a Itaipu Binacional);
– Segundo as diretrizes iniciais, os únicos países que podem usufruir da energia gerada são Brasil e Paraguai, portanto nenhum deles pode revender a outro país que não seja a outra parte envolvida (isso pode mudar no futuro com a chegada do fim do contrato que há entre os dois);
– O Brasil paga a Itaipu pela energia que o Paraguai não vai utilizar e não paga a mais por isso;
– O Paraguai cede seu direito de comprar a energia da empresa ao Brasil e não recebe nada pro isso;
– A empresa paga aos governos royalties pela inundação dos municípios afetados e esse valor é proporcional ao terreno inundado (o Brasil possui mais terra inundada);
– São 20 geradores, mas só são usados 18 por vez, dois deles ficam em manutenção preventiva ou apenas em standby caso a demanda cresça;
– Metade geram energia em 50Hz e a outra em 60Hz, isso porque o padrão brasileiro é 110V enquanto o paraguaio é 220V;
– A energia gerada pela usina supre 75% da demanda paraguaia e 16,8% do consumo brasileiro.

Nós ao lado de fora da barragem

Eu e a Cláudia ao lado de fora da barragem de Itaipu

Após essa aula que também inclui história e geografia, saímos muito felizes com o passeio e que seu valor vale a pena se o turista se interessar pelas histórias e informações que se pode obter, mas que isso também depende de cada um perguntar aos guias, os mesmos explicam bastante, mas é sempre possível arrancar um pouco mais 🙂

Serviços

Iguassu by Bike (das 8h30 às 16h) Av. das Cataratas (BR 469), KM 18 – próximo a entrada do Parque Nacional do Iguaçu. Consulte o site deles para todos os serviços. Nós realizamos o passeio Bike tour Cachoeiras.

Turismo Itaipu Binacional (o atendimento para reservas e mais informações ficam abertos das 8h às 18h) Av. Tancredo Neves, 6702, são 12km do centro de Foz do Iguaçu, bem no final da avenida, a direita antes do controle de entrada da usina. Consulte o site deles por mais informações. Nós realizamos o Circuito Especial (R$64 p.p.). É importante verificar os horários de cada tour, por exemplo, o que fizemos foi o último do dia, as 16h.

EmpresAmigaPara viver a experiência citada acima contamos com o apoio de uma EmpresAmiga, clique aqui para conhecer todas as empresas que de alguma forma nos ajudaram (alimentação, turismo e/ou hospedagem).

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply