Dia a dia

Estrada Real Cunha | SP

27 de June de 2014
Tdi na estrada real

Acordamos, ainda na Pousada Paradiso, descemos para tomar café da manhã e descobrir a real condição da estrada Paraty-Cunha. Esperamos dar 9h e ligamos para o órgão responsável pelas obras do RJ –  (21) 97954-1920, a voz do outro lado nos disse que a estrada poderia ser fechada em algum momento, por pouco tempo, por conta das obras, mas que dava para seguir o caminho sem problemas, ainda mais estando em um 4×4. Ficamos bem mais felizes, isso seria ótimo, e rodaríamos pouco menos que 50km para chegar até nosso destino.

Esperamos dar o horário do almoço dos trabalhadores da estrada e assim evitar ficar parado em algum bloqueio deles, o que deu super certo, saímos por volta das 11:30. Nos despedimos da nossa casinha em Paraty e seguimos rumo a São Paulo, Cunha – a cidade dos fuscas e muito mais.

Assim que pegamos a Estrada Real tivemos que reduzir a velocidade, há um trecho de pouco mais que 4km que está bem difícil, mas como não havia lama ficava fácil subir, nem precisamos colocar na tração 4×4. No sentido oposto – Cunha-Paraty –  haviam vários carros descendo, brasílias, unos, palios e alguns maiores e com 4×4, mas só nós encarando a subida. O bom é que logo que você sai do RJ e entra em SP a estrada melhora, e muito. Foi a parte mais tranquila do percurso.

Depois de umas 4h rodando chegamos em nossa casa na cidade, a charmosa Pousada Vila Rica, é um bom lugar para ficar, a simplicidade do lugar e das pessoas nos agradou. A cidade não é grandeeeee, então estávamos perto de tudo, o centro estava próximo era só encarar as subidas pelo caminho até lá (rsrs).

A cidade é  muito conhecida pela cultura da cerâmica, pelo consumo do pinhão e pelos Fuscas, é claro. Aqui não dá para brincar de dar um soquinho ao ver um fusca azul, dá briga na hora.

Não fizemos nenhum passeio turístico por aqui, mas através do site Instituto Estrada Real aprendemos um pouco sobre esse lugar. Como, por exemplo, que em Cunha também houve descoberta de ouro, e que depois que Martim Correia de Sá abriu o caminho para o interior, sentido Serra do Mar, essa região passou a ser povoada e aqui serviu de apoio para as tropas e tropeiros que realizavam essa trajetória. As belezas desta região era sempre motivo de contemplação por aqueles que por aqui cruzavam, rumo as minas de ouro, sem falar que por estar em uma serra o clima, mais fresco, se parecia com o Europeu e os agradava.

Igreja de Cunha

Matriz de Nossa Senhora da Conceição

Ficamos pouco tempo por aqui, apenas uma noite, mas deu para passear e comer no delicioso restaurante Panela de Barro, este vale a pena conhecer e fica perto da Matriz da cidade.

Amanhã iremos conhecer mais uma cidade das tantas que queremos conhecer por esta Estrada Real. 🙂

Veja abaixo o mapa com a localização da Pousada Vila Rica.

EmpresAmigaPara viver a experiência citada acima contamos com o apoio de uma EmpresAmiga, clique aqui para conhecer todas as empresas que de alguma forma nos ajudaram (alimentação, turismo e/ou hospedagem).

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply