Dia a dia

Partiu Serra do Cipó!!

21 de August de 2014
Tdi no morro do Pilar

Acordamos com calma e descemos para tomar o café da manhã da Pousada Lava Pés, não estávamos com muita pressa de sair. A cidade merecia um pouco mais de atenção, há muito o que fazer em Itambé do Mato Dentro, bastante cachoeiras, mas não nos programamos para isso, mas sim para conhecer um pouco da região da Serra do Cipó. Conversamos um pouco com o João Eduardo antes de sairmos.

Café da manhã Pousada Lava Pés

Para matar a fome!!!

Macacos na Pousada Lava Pés

Visita em nosso café da manhã

Para chegar na Serra do Cipó passamos antes pelo Morro do Pilar, confesso que por enquanto esse caminho foi o mais lindo de todos. A vegetação de cerrado mudava de tempos em tempos, o sol brilhava sozinho, sem nenhuma nuvem para aliviar o calor. Realmente fez um dia lindo e fomos com bastante calma pela Estrada de terra Real. Parando para contemplar a natureza que estava ali, de graça para para nós. Cruzamos com poucos carros pelo caminho, éramos nós e o mundo, uma sensação maravilhosa.

A caminho de Morro do Pilar

A caminho de Morro do Pilar

Clássica foto no Morro do Pilar! O Tdi não podia ficar de fora

Clássica foto no Morro do Pilar! O Tdi não podia ficar de fora

Chegamos na região da Serra do Cipó e fomos encontrar o Fabiano, uma pessoa que conhecemos via facebook, através de um contato com uma pousada. Ele nos ajudou a conseguir uma parceria com uma pousada, a Pousada Bella Vista. Mas antes de vir para a nossa casa dos próximos dias fomos com ele tomar um cafézinho na casa da cunhada dele, a Márcia. Bom, tomar um cafézinho aqui em Minas Gerais não é nada simples, teve pão, bolo, leite, café, ovos mexidos com bacon… a fartura é sinônimo de comida mineira! ADORAMOS!! rsrs

Ficamos horas ali conversando e dando muita risada com a familia, a Márcia (cunhada do Fabiano) é dona de uma cafeteria aqui na cidade, a Cafeteria Doce Tentação, meu deus! Nós degustamos muita coisa que ela faz lá e o lugar deveria tem um carimbo no passaporte só para ela. Ela cozinha bem demais, sem falar que os doces são M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O-S!!! Aprovados.

O dia passou rápido na presença deles, mas estava longe de acabar. Antes de vir para a Pousada Bella Vista passamos em uma aula de Candombé! Música e dança, adoro, acho que passaria o dia ali vendo elas dançarem e dançando também. Aprendi um pouco do que é o samba de senzala e da cultura do nosso povo. O mestre das aulas é descendente de escravos e leva seus conhecimentos para frente, ensinando a arte e o respeito pelo tambor e pela dança.

No fim da aula eu e a Mirlene, esposa do Fabiano não resistimos e caímos na vadiagem, no samba! Confesso que estava com as pernas bambas de vergonha, imagina, aquela mulherada ali arrasando no samba e no bumbum e eu ali, sem nenhum dos dois!! Não havia muito o que fazer…. mas foi muito divertido, no fim estava me sentido em casa!! Foi realmente algo simples que me encantou.

Antes de realmente ir descansar passamos para jantar na casa da Márcia, já estávamos nos sentindo em casa – o que não é muito difícil de acontecer. Até tentamos fugir, paramos no Tapiadas para tomar um chopp e comer alguma coisa, até que o celular tocou, era o Fabiano nos chamando para comer lá. E fomos! A noite terminou e o dia foi maravilhoso, conhecemos pessoas maravilhosas, que não tem a vida fácil, mas estão ali, na luta e com um grande sorriso no rosto.

EmpresAmigaPara viver a experiência citada acima contamos com o apoio de uma EmpresAmiga, clique aqui para conhecer todas as empresas que de alguma forma nos ajudaram (alimentação, turismo e/ou hospedagem).

You Might Also Like