Dia a dia

Chegada em Diamantina, fim da Estrada Real

29 de August de 2014
Passadiço da Glória, Diamantina

Diamantina, nossa última parada, onde fechamos com chave de ouro nossa passagem pela Estrada Real. Chegamos aqui feliz da vida e com a sensação de dever cumprido, foram quase dois meses de estrada, com algumas paradas – São Thomé das Letras, Belo Horizonte e ida e volta para São Paulo – tempo suficiente para curtir alguns lugares e pouco tempo para curtir outros.

Aqui nós decidimos fica em um camping, o Camping São Pedro, fica um pouco afastado do centro histórico, mas era um lugar muito aconchegante. De início a dona disse que o lugar estava fechado, mas nós dissemos que entramos em contato via email, que avisamos que viríamos para cá. Não tivemos nenhuma resposta da parte deles, mas mesmo assim ela disse que nós aceitaria, já que iríamos ficar 3 noites, valeria a pena para eles.

Camping São Pedro

Camping São Pedro

Em pouco tempo nossa barraca estava armada, os banheiros e cozinha já estavam prontos para serem usados. Ficamos boa parte do tempo aqui no camping, demos um trato no Tdi, ele estava só o pó por dentro, trabalhamos em nossas coisas – site, diário de bordo, freela -, lavamos roupa, que secou em poucas horas nesse sol de Minas Gerais e agendamos um tour histórico pela cidade para o domingo de manhã. A agência ARM Turismo nos atendeu via chat online, o que facilitou e muito, nem precisamos ir até lá para ter mais informações.

Saímos para conhecer um pouco da cidade, fizemos compras no mercadinho para café da manhã, almoço e jantar. O camping não incluía café, mas a cozinha era muito boa e bem equipada para cozinhar, então aproveitamos. Entre idas e vindas do camping para a cidade aproveitamos para pegar o nosso certificado da Estrada Real. Para qualquer dúvida ou curiosidade sobre o passaporte, Estrada Real e o próprio certificado entre em contato com o Instituto Estrada Real.

Ponto final da Estrada Real

Tdi posando na última parada da Estrada Real

Pelas ruas de Diamantina

Pelas ruas de Diamantina

No dia do tour, chegamos lá no horário combinado, era 8:30 da manhã. A agência ainda estava fechada, mas nos sentamos e ficamos esperando um pouco até a chegada do guia. Conhecemos os principais pontos turísticos, as histórias de Diamantina e região, foi um aprendizado fazer um passeio desses. Já disse uma vez que não gostamos muito de fazer esse tipo de coisa, com guias e tal, mas aqui foi essencial para entender os detalhes e as muitas histórias. No final das contas adoramos e saímos com a sensação de ter aprendido e aproveitado muito mais a cidade.

Frente da grande casa da Chica da Silva

A grande casa da Chica da Silva

Igreja de Nossa Senhora do Carmo

Igreja de Nossa Senhora do Carmo, ou Igreja da Chica da Silva

Sentados em frente a casa de Juscelino, muitas histórias por aqui.

Sentados em frente a casa de Juscelino, muitas histórias por aqui.

Igreja dos Escravos, construída por eles.

Igreja dos Escravos, construída por eles.

Conhecendo o Museu do Diamante

Conhecendo o Museu do Diamante

Passadiço da Glória

Passadiço da Glória

Ficamos com o guia até meio dia, mais ou menos. Almoçamos pela cidade mesmo e retornamos para o camping no início da tarde. A dona do camping trabalha com barro e fez uma linda lembrancinha da Estrada Real para nós! Uma miniatura dos totens/marcos da Estrada Real.

Amanhã é dia de partir, mas certamente esse região ficará em nossa lembrança por muito tempo! Foi simplesmente maravilhoso estar em Minas Gerais por todo esse tempo (desconsiderando o aumento do peso na balança…. hehehe)! Brincadeiras a parte, aqui foi tudo ótimo o povo é de uma simplicidade e carisma sem igual, a comida é maravilhosa, rica em sabores!

ÊêÊê!! Chegamos ao fim de mais uma etapa!

ÊêÊê!! Chegamos ao fim de mais uma etapa!

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply